Búzios em 48 horas

Este lugar existia calmo e esquecido até a atriz americana Brigitte Bardot, em 1960 fugir dos holofotes cariocas e encontrar sossego nele. Com isso ela o tornou mundialmente conhecido e de lá para cá choveu turistas. E não era para menos. As praias de Búzios são lindíssimas e não ficam atrás de praias como: as da Tailândia, do México e da França. Para conhecer esse paraíso você precisa ir além da cidade carioca, adentrar o estado do Rio de Janeiro, na conhecida “região dos lagos”. Mesma região que já descrevi em outro post muito visitado “Arraial do Cabo”.

Praia da Armação de Búzios - Photo by Claudia Grunow

Praia da Armação de Búzios – Photo by Claudia Grunow

Foi a minha primeira vez em Búzios.  Até então, eu só tinha ouvido falar da fama de lugar caro, lindo e chique. Resolvi passar um feriado e em 48 horas descobri o suficiente para viver, bons momentos que irei dividir com vocês.

A cidade

A cidade cresceu e de vila de pescadores de baleia no passado hoje ela tem mais ou menos 30 mil habitantes, mas um fluxo de mais de um milhão de turistas nas temporadas. Então pode ir tranquilo que nela você terá farmácia, supermercados, shoppings e tudo mais.

Rua das Pedras Photo by Claudia Grunow

Rua das Pedras Photo by Claudia Grunow

Na região central as casas, pousadas e hotéis são baixos permanecendo aquele ar de vila de pescador, porém em algumas ruas você se sentirá na luxuosa Paris, pois entre uma rua de pedra e outra tem lojas caras e tudo muito arrumado e glamouroso. A região mais importante é a Rua das Pedras e as suas transversais.

A Rua das Pedras fica em frente à praia do canto. É uma das ruas mais movimentadas. À noite as luzes, vozes, cheiros e pessoas desfilam por suas charmosas lojas, restaurantes e bares badalados. Não é barato consumir nela, alias Búzios é uma cidade cara, principalmente em temporadas, mas eu indico conhecê-la. É a rua onde a Bardot se hospedou e no começo dela você tem uma orla com uma vista maravilhosa. Essas 48 horas eu dei uma explorada no local e acabei gostando de alguns lugares.

Travessas da Rua das Pedras- Photo by Claudia Grunow

Travessas da Rua das Pedras- Photo by Claudia Grunow

Bar Le capitan

Um bar de esquina. Sua estrutura lembra um navio. Costuma estar sempre lotado. Fica num local estratégico, bem em frente à rua das pedras. Funciona até altas horas e sempre cheio de gente bonita. Destaques para os garçons. São lindos! Quase falei: “Desejo você coisa linda”. Quando ele me perguntou o que eu desejava.

Le Capitan Bar- Photo by Claudia Grunow

Le Capitan Bar- Photo by Claudia Grunow

Bar do cinema

Um projetor cinematográfico antigo, tímido, num canto, me observa enquanto eu analiso o cardápio. Escolho um café e um ventríloquo do Woody Allen me ignora do alto. Enfim a atmosfera é um cinema antigo. Além do tema desse bar ser o cinema existe um cinema nele com filmes Cult e lançamentos. O lugar é uma graça e fica numa travessa da Rua das Pedras.

Endereço:  Tv. dos Pescadores, 79.

Samsara Restaurante vegetariano

Primeiro você viaja um pouquinho para a Índia no andar de baixo, que tem uma loja de produtos e artefatos místicos e deste país. E depois de espiritualizado sobe para o segundo andar encher a barriga. O simpático restaurante é no estilo self service. Não é muito grande, mas tinha comida saborosa no dia e se você tiver sorte e conseguir comer na varandinha, vai ganhar como boa digestão, a vista da rua das pedras.

Maria Maria Café

Lugar fofo, colorido com vista para o mar e cheio de guloseimas. Eu Jantei nele, mas eu indico, depois do almoço, você caminhar pela rua das pedras e parar aqui para aquela sobremesa ou café da tarde.

Maria Maria café lugar fofo para comer e contemplar o mar. Photo by Claudia Grunow

Maria Maria café lugar fofo para comer e contemplar o mar. Photo by Claudia Grunow

Endereço: Rua das Pedras

El Rincon

Uma graça, de frente para o mar, na orla da Bardot. Do lado de fora com mesas requintadas e velas dão um ar trè romantic. Dentro não foge muito a regra. Aconchegante, chique e um menu de dar água na boca. Comemos um peixe assado na brasa com batatas e salada. Divino!

Charmoso interior do restaurante El Rincon- Photo by Claudia Grunow

Charmoso interior do restaurante El Rincon- Photo by Claudia Grunow

Endereço: Av. Jose Bento Ribeiro Dantas, 422 – Centro,

Demais Lugares

Ainda em Búzios, um pouco mais afastado do centro eu destaco esses lugares abaixo:

Haka Sucos

Amei esse lugar ele fica na Praia dos Ossos pertinho de onde eu me hospedei.

Haka Sucos - Aconchegante lugar para uma lanche- Photo by Claudia Grunow

Haka Sucos – Aconchegante lugar para uma lanche- Photo by Claudia Grunow

Haka vem do povo Maori e são danças que simbolizam paixão. Tudo foi bem apaixonante ali o pessoal que atendia parecia ter saído da Nova Zelândia mesmo. Uma loira estrangeira nos atendeu, atenciosa e simpática. Lugar onde vende sucos naturais, tapioca e muitos outros lanches. Destaque para a Tapioca de banana e mel.

Endereço: Av. Jose Bento Ribeiro Dantas, 1321 – Ossos,

Bar Fishbone

Bar balada que fica na Praia Geribá.

Endereço: Rua Gerbert Périssé, 1196 – Geribá.

Silk Beach Club

Bar balada com uma vista privilegiada da Praia Brava.

Endereço: Rua 17 Quadra 1 Lote 14, s/n – Praia Brava

Rocka

Bar e restaurante também na praia Brava. Ele é mais simples que o Silk, mas dele você tem a mesma vista.

Photo by Claudia Grunow

Photo by Claudia Grunow

Endereço: Na descida para a Praia Brava.

Hospedagens

Para Búzios não fui sozinha levei duas amigas e ao chegarmos fomos primeiramente ao Yellow Hostel Búzios, pois tínhamos reservado, mas tivemos que mudar por conta que para chegar ao nosso quarto havia muitas escadas e estávamos com uma amiga recém-operada. Mesmo assim, gostei e indicaria. Ele tem uma sala de estar fantástica, cozinha equipada, uma piscina que fica no alto com um visual interessante e muita gente bonita.

De lá fomos à busca de outro local. Estava tudo lotado.

Dica: É bom fazer reservas com antecedência.

Em temporadas é difícil achar algo vago.

Depois de muito rodarmos achamos a pousada Mediterrânea que fica entre as praias, Ossos e João Fernandes. Simples, confortável, com café da manhã e um dono muito atencioso. O que eu mais gostei foi à localização e indico essa região para hospedagem, pois costuma ser mais barata, terá praias perto e também você pode ir à rua das pedras a pé. Não é perto, mas se você tiver disposição consegue.

A fachada da Pousada Mediterrânea - Photo by Claudia Grunow

A fachada da Pousada Mediterrânea – Photo by Claudia Grunow

Depois de hospedada, sai para conhecer o lugar e pensei que tinha acordado em outro país, pois tem muitos Argentinos. Descobri com o dono da pousada, que eles chegaram logo depois da Bardot na década de 70 devido à ditadura. E de lá para cá, só aumentou o números de “hermanos” na região, mas a rixa entre Brasil e Argentina, deixamos para o futebol. Em Búzios é tudo na santa paz.

Praias

Logo que chegamos fui ao centro de informações turísticas para obter dicas de qual lugar visitar e ao ver a quantidade de praias questionei a melhor. A guia de turismo riu e disse:

-Difícil viu! Praticamente todas as praias são lindas!

Porém ela alegou que a praia de João Fernandes é a melhor. Devo concordar com a frase inicial dela, mas quanto a melhor praia tenho que discordar. Pois vai depender do que você tem interesse. Cada praia aqui oferece algo, uma só paisagem, outra calma dá para andar de Stand up poddle, outra só para surfar, mas realmente todas são lindas. Fiquei muito orgulhosa do meu país, rico em tantas belezas naturais.

Vista do Mirante João Fernandes- Photo by Claudia Grunow

Vista do Mirante João Fernandes- Photo by Claudia Grunow

Para ajudar vou descrever as praias que visitei.

Dicas básicas:

Usar protetor;

Levar sempre água para hidratar;

Levar sacola para guardar o seu lixo e depois descartar em local adequado;

Levar uma câmera. Paisagens que merecem ser registradas.

Praia dos Ossos

Na época do Brasil colônia Búzios era uma região que vivia da pesca da baleia Cachalote e essa praia tem esse nome porque nela eram jogados os ossos. Porém essa história triste, já morreu com o passado e hoje essa lembrança só ficou no nome. A praia é um charme, estreita, com muitos barcos. Para chegar a ela somente a pé. Não pode entrar qualquer carro na rua em frente a ela, somente moradores e quem está hospedado nela.

Praia dos Ossos - Búzios - Photo by Claudia Grunow

Praia dos Ossos – Búzios – Photo by Claudia Grunow

Praia dos Ossos - Photo by Claudia Grunow

Praia dos Ossos – Photo by Claudia Grunow

Praia dos Ossos - Photo by Claudia Grunow

Praia dos Ossos – Photo by Claudia Grunow

Azeda e Azedinha

Subindo a pé a rua da praia dos Ossos você vai chegar a uma escadaria que levará à Azeda e Azedinha.

Elas são belíssimas. Do alto o mar esverdeado impressiona de perto água cristalina. A praia é pequena. A faixa de areia estreita e não existe calçadão. Apenas, uma calçada estreita de um casarão antigo que em alguns pontos parece estar em ruínas. De resto apenas o morro atrás do casarão e algumas árvores que garantem uma sombra. Não tem restaurante nela, mas na estreita calçada tem barcos que viraram bares, quase um food boat.

O visual é incrível, porém para chegar à elas o acesso é somente pelas escadas que é um pouco de problema para algumas pessoas.

Praia Azeda - Photo by Claudia Grunow

Praia Azeda – Photo by Claudia Grunow

Outro agravante, que não é exclusivo dessa praia, mas pelo fato de ela ser estreita fica mais visível é o número de turistas que ficam quase amontoados, em dias que tem os Navio ou transatlânticos atracados. A praia fica lotada e é difícil achar lugar na areia, mas achei elas maravilhosas.

Praia Azedinha- Photo by Claudia Grunow

Praia Azedinha- Photo by Claudia Grunow

João Fernandes

Ela fica do lado da Azeda, mas o acesso a ela é por outra rua. Tive que voltar todo o trajeto até a pousada e depois ir a ela. No caminho encontramos um mirante ( Mirante João Fernandes) com aquela vista fantástica.

Vista do Mirante João Fernandes - Photo by Claudia Grunow

Vista do Mirante João Fernandes – Photo by Claudia Grunow

Ela lembrou-me, praias de tombo. O espaço de areia levemente inclinado, estreito, com pedras grandes e pequenas piscinas naturais entre os rochedos. Embora pensei, em praia de tombo quando cheguei às ondas não são violentas como costumam ser em praias desse porte, são fracas.

Wind surf na Praia de João Fernandes - Photo by Claudia Grunow

Wind surf na Praia de João Fernandes – Photo by Claudia Grunow

Como o mar é fundo perto da praia este local é usado para práticas de mergulho. No dia algumas pessoas estavam fazendo o batismo com cilindro. Também tinha banana boat e Wind Surf.

Muita gente bonita, um professor de mergulho de olhos azuis que eu me afogaria fácil.

Eu paquerando na praia João Fernandes - Photo by Camila Grunow

Eu paquerando na praia João Fernandes – Photo by Camila Grunow

Praia de Geribá

Mais afastada do centro tem que ir de carro. Uma praia imensa com uma larga faixa de areia. Tão larga que parecia um deserto até chegar no mar com bares badalados. Praia para aquele bronze, para aquele surf, altas ondas.

Entrada da praia de Geribá - Photo by Claudia Grunow

Entrada da praia de Geribá – Photo by Claudia Grunow

Também tem vários quiosques oferecendo guarda sol e cadeira… Quase obrigatório aqui! Não tem árvores para se esconder do sol.

A imensa praia de Geribá- Photo by Claudia Grunow

A imensa praia de Geribá- Photo by Claudia Grunow

Praia Ferradura

Formato de uma ferradura, mar calmo, parece uma piscina. Faixa de areia larga, ótima para as crianças e para praticar Stand up poddle.

Turistas praticando Stand up paddle- Photo by Claudia Grunow

Turistas praticando Stand up paddle- Photo by Claudia Grunow

No dia estávamos nos deliciando nela quando o tempo fechou e caiu uma chuva… E não é que a praia ficou mais linda. A areia ficou alaranjada o mar verde. Um espetáculo até na chuva.

Praia Ferradura em dias ensolarados - Photo by Denise Grunow

Praia Ferradura em dias ensolarados – Photo by Denise Grunow

Também é equipada com os quiosques.

Praia do Forno

Uma praia muito linda pequena e cheia de rochas. No dia em que fomos estava com pouquíssimos turistas. Porém como estava chovendo não aproveitamos muito.

O lugar também tem um paredão de pedras de onde se tem uma vista panorâmica da praia. Fica distante para chegar somente de carro. Achei ela mais para contemplação, havia muitas algas a água estava escura, provavelmente por conta da chuva.

Praia do Forno - Photo by Claudia Grunow

Praia do Forno – Photo by Claudia Grunow

Praia Brava

Fica escondida entre morros e para chegar tem que ser de carro, pois ela fica longe com uma subida forte até o local. Na entrada da praia existem dois restaurantes O Rocca e o Silk Beach Club. O Rocca você não paga para entrar apraia fica após a descida de algumas escadas. Do alto a vista é maravilhosa a praia impressiona pelas paisagem.

Praia Brava e suas ondas -Photo by Claudia Grunow

Praia Brava e suas ondas -Photo by Claudia Grunow

Praia  brava mesmo, com ondas altas e fortes. A extensão da praia não é muito grande do alto dá pra ver que ela é curta, mas tem uma faixa larga de areia. O lugar é uma baía de morros ou seja dos dois lados uma pare de pedra. Praia muito linda.

Praia Brava - Photo by Claudia Grunow

Praia Brava – Photo by Claudia Grunow

Praia Brava - Photo by Claudia Grunow

Praia Brava – Photo by Claudia Grunow

Barquinho no horizonte Praia Brava -Photo by Claudia Grunow

Barquinho no horizonte Praia Brava -Photo by Claudia Grunow

Praia da Tartaruga

Linda praia. Fica mais afastada do centro. Faixa de areia estreita, ondas fracas e tem uma rocha grande no meio onde você pode tirar algumas fotos, quando a maré fica baixa. Tem vários restaurantes de tirar o fôlego, mas também tem a água de coco vendida na areia. Praia onde dá para praticar o prato boat, banana boat e Stand up paddle.

Praia do Canto e Armação

Essas praias são as principais da cidade por conta da orla Bardot que fica entre elas. Esse é o local onde tem uma estátua em homenagem a atriz. E entre essas duas praias, Brigite Bardot se hospedou.

Orla da praia da Armação- Photo by Claudia Grunow

Orla da praia da Armação- Photo by Claudia Grunow

Elas são mais para você contemplar, pois só de manhã e a noite a maré está baixa. No resto do dia o mar bate no muro do calçadão. Nela há muitos barcos e em sua orla vários restaurantes e baladas. Essa parte para hospedagem costuma ser mais cara.

Essas foram às praias que conheci nesses dois dias, não tive muita sorte, pois estava chovendo e não consegui um bronze nesta viagem, mas gostei muito da paisagem.

Como chegar?

De carro

Vou tomar como base saindo da cidade do Rio de Janeiro. Siga sentido ponte Rio-Niterói ao final acesso BR-101, Via Lagos (RJ-124) e RJ-106. São quatro horas até você chega em Búzios.

Nós fomos ao Rio de Janeiro de avião (aeroporto Santos Dumont) e de lá alugamos um carro. Considero alugar um carro ou ir de carro próprio importante, pois em Búzios as praias ficam distante uma das outras, um carro facilitará o passeio. Alocamos pela Avis, um carro simples, barato e super útil.

As empresas de alugar são:

Localiza,

Avis,

Hertz.

Dentro do aeroporto você encontra essas empresas. Se alocar por elas a entrega do carro é num local que fica ao lado do Vivo Rio Búzios, ao lado do MAM.

Ônibus

Do Rio de Janeiro os ônibus saem da rodoviária Novo Rio. Você tem muitas opções de horários, porém uma empresa apenas a Autoviação 1001.

Saindo de São Paulo você tem de duas opções:

  • Sair direto de SP até Búzios;
  • Sair de SP até o RJ e depois ir a Búzios.

Todos os itinerários são feitos pela empresa 1001.

De SP sai do terminal “Tietê”.

Endereço: Av. Cruzeiro do Sul, 1800 – Santana, São Paulo.

Do RJ sai da rodoviária Novo Rio

Endereço: Av. Francisco Bicalho, 1 – Santo Cristo, Rio de Janeiro.

Verificar disponibilidade de horário e os preços diretos na empresa.

Centro de informações turísticas.

Quando chegar a Búzios procure o centro de informações turísticas, para ajudar com roteiros e dicas de passeios. Também se tiver algum evento na cidade não muito divulgado você ficará sabendo. Em Búzios tem dois locais um logo na entrada de Búzios e próximo ao centro, mais informações acesse aqui.

Importantíssimo

Em Búzios existe um sistema rotativo de estacionamento espalhado por toda a cidade. Ele é identificado pela cor azul pintada no meio fio. Em outros locais é amarelo. Praticamente todas as calçadas de Búzios tem esse sistema. Uma vez que você estaciona o fiscal da empresa passa e faz a cobrança no sistema. Mesmo que você não seja cadastrado. Se você não paga estará infringindo a lei. Na cidade tem postos onde você poderá consultar se a sua placa tem algum débito. É importante verificar, pois nem sempre vemos o fiscal, mas eles passam e cobram.

Logo que chegamos não sabíamos desse sistema e estacionamos em várias calçadas até que um dia foi deixado um extrato de tudo o que devíamos foi então que descobrimos que embora o carro seja útil, praticamente não haverá lugar gratuito para estacionar.

Saiba todos os detalhes desse sistema acessando o site da empresa aqui

 



Categorias:Búzios, Brasil, Dica de Bolso!, Rio de Janeiro

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: